design de contratos

Você já parou para pensar no quão importante é elaborar um contrato bem redigido? Sabe o que isso tem a ver com o design de contratos e como essa técnica é eficaz na preparação de documentos jurídicos?

O termo design de contratos refere-se a uma metodologia que considera a importância da boa redação contratual para garantir melhores experiências aos clientes.

Muito útil para os profissionais da área jurídica que lidam com a redação, negociação e revisão de documentos, esse método melhora o relacionamento com o público e contribui para gerenciar contratos com mais qualidade.

Quer entender mais sobre o assunto? Continue a leitura, neste post será explicado como esse conceito pode ser útil para melhorar os serviços jurídicos prestados por seu escritório de advocacia!

O que é design de contratos?

Para entender o que é design de contratos, é preciso conhecer antes o legal design. Essa é uma metodologia que une dois conceitos: o design thinking e o user experience, que têm como objetivo a busca pela solução de problemas a partir de um processo empático e colaborativo.

Aplicados à prática de serviços jurídicos, esses conceitos formam o legal design. E, quando os contratos são produzidos com base nas premissas dessa metodologia, temos então o contract design, ou design de contratos.

O design thinking e o user experience partem do pressuposto de que produtos e serviços devem atender às demandas das pessoas. O foco está, portanto, nos usuários – no que eles precisam e sobretudo no que eles desejam.

Seguindo essa lógica, uma das práticas do design de contratos é a substituição do velho juridiquês por uma redação mais clara, transparente e acessível.

Assim, em vez de redigir contratos “para advogados” – com cláusulas complexas, linguagem inacessível e uma apresentação que dificulta a leitura dos documentos –, o design de contratos visa remodelar a redação e a elaboração dos documentos, pensando sempre na experiência do usuário final.

Para que serve o design de contratos?

O design de contratos é muito útil em um mercado jurídico que tem buscado ser cada vez mais tecnológico e inovador.

Hoje, vemos uma mudança na forma como pessoas e empresas se relacionam. Os clientes estão mais exigentes e buscam não apenas serviços e produtos de melhor qualidade, mas também melhores experiências.

Nesse contexto, o design de contratos se mostra uma técnica útil principalmente em negócios B2C, servindo como uma abordagem eficiente para melhorar a comunicação do escritório de advocacia com seus clientes e para criar um relacionamento mais próximo com eles.

Além de gerar essa aproximação, ao colocar o foco no usuário, o design de contratos contribui para a ampliação do acesso à justiça, bem como para tornar o ramo do direito mais generalizado, atendendo pessoas de vários perfis.

Como aplicar o design de contratos?

Para aplicar o design de contratos, em primeiro lugar o profissional jurídico deve elaborar os documentos sempre pensando em como ele pode trazer mais facilidade para o cliente final.

Como falado anteriormente, uma das práticas nesse sentido é adequar a linguagem jurídica à realidade do cliente, levando em consideração que o importante é que a mensagem seja transmitida de forma clara e que o conteúdo seja compreendido.

Outra forma de aplicar o design de contratos é utilizar recursos visuais e formatação que ajudem na compreensão dos documentos, como tipo, cor e tamanho da fonte, espaçamentos, uso de ícones, marcadores, destaques etc.

Mas sempre com atenção a exageros e falta de padronização, para que o documento não pareça informal.

Também é importante rever o uso de modelos-padrão de contratos. A ideia é aprimorar as práticas desde a elaboração do documento, considerando que ele deve ser criado para atender às reais demandas do cliente.

Uma dica na hora de aplicar o design de contratos é se colocar no lugar do cliente. Considere o que ele quer e por que assinará tal contrato. Quais as dúvidas que ele pode ter enquanto pessoa leiga. Quais os pontos críticos do acordo que podem gerar problemas.

Tudo isso ajudará a redigir o contrato da forma mais adequada possível para garantir a boa experiência do cliente.

Por fim, saiba que um contrato feito com a metodologia do contract design, desde que redigido conforme a lei, continua sendo um documento oficial e não perde sua validade jurídica perante os tribunais.

Isso porque o Código Civil define, nos art. 104 e 107, que a validade do negócio jurídico “requer forma prescrita ou não defesa em lei”, mas que “não dependerá de forma especial, senão quando a lei expressamente a exigir”.

Agora que você já sabe como aprimorar seus contratos com o contract design, aproveite para baixar nosso e-book gratuito com os principais passos para uma gestão de documentos jurídicos eficiente!

logo incontract

Software de gestão de contratos e documentos, desenvolvido para facilitar o dia a dia nas empresas.

Conteúdos Gratuitos

Siga-nos

Email: contato@incontract.com.br
Nossos telefones:

SC +55 (47) 3036-7700
SP +55 (11) 4118-2300