tendências do setor jurídico

Com a transformação recorrente do mercado, os profissionais de advocacia precisam se atualizar. Em uma área que é considerada conservadora e burocrática, vemos que as tendências do setor jurídico se mostram cada vez mais inovadoras e voltadas para a tecnologia.

Além das mudanças tecnológicas no setor, é natural que surjam novas demandas e regulamentações e, neste cenário, é preciso ficar atento também nas atualizações das leis e nas novas regras que vêm por aí.  

Por isso, separamos as principais tendências do setor jurídico que você precisa ficar de olho para os próximos anos. Confira o que está em alta e atualize o departamento jurídico da sua empresa!

Tendências tecnológicas do setor jurídico

1. Marketing Jurídico

A legislação do provimento 205/2021 tornou mais clara a interpretação das possibilidades de publicidade no meio jurídico. Com isso, o marketing digital feito por advogados e escritórios, que já estava se tornando comum antes do provimento entrar em vigor, tende a crescer nos próximos anos.

O marketing jurídico é uma ferramenta essencial para inserir o escritório como referência também nos ambientes digitais e, claro, atrair novos clientes. É uma maneira de conquistar respeito do público, demonstrar autoridade e garantir visibilidade por meio da publicidade nas redes sociais.

2. Blockchain

A tecnologia blockchain, muito associada às criptomoedas, já existe desde 2008. No início a tecnologia era usada principalmente no campo da economia. Mas, agora ela também é uma tendência do setor jurídico.

Gerando maior aproximação entre direito e TI, essa tecnologia proporciona processos mais seguros e eficientes. Com a transformação digital, estão surgindo novas possibilidades de uso da blockchain no campo jurídico, mas já podemos dar alguns exemplos de aplicações, como:

  • Autenticação de contratos em cartórios;
  • Preenchimento automático e assinaturas digitais nos chamados smart contracts (contratos inteligentes);
  • Registro e transferência de bens móveis e imóveis com uso de contratos inteligentes e pagamentos virtuais.

3. Lawtechs e legaltechs

As startups já são tendência no empreendedorismo, mas, agora, estão entrando também no mercado jurídico. Nesse sentido, as lawtechs e legaltechs são negócios que buscam trazer soluções de tecnologia para a rotina jurídica.

Alguns exemplos dessas soluções são:

  • Softwares de gestão de contratos;
  • Uso de analytics e jurimetria para a busca automatizada de jurisprudências;
  • Ferramentas online para negociação com clientes e maior interatividade entre os envolvidos em um acordo.

As lawtechs e legaltechs identificam as dificuldades no setor e buscam resolver esses problemas aliando redução de custos, aumento da produtividade, mais organização e integração.

Com isso, buscam otimizar tarefas repetitivas e onerosas, trazer mais organização aos processos internos e facilitar as rotinas jurídicas.

4. Automação

O trabalho manual e burocrático no campo jurídico é uma prática do passado. O grande volume de trabalho, contratos e atividades repetitivas, exigem alternativas mais eficientes e ágeis.

Foi aí que a automação entrou na rotina dos advogados há alguns anos e continua sendo uma das principais tendências do setor jurídico. Uso de inteligência artificial, softwares jurídicos e atendimento de robôs-advogados via chat são alguns exemplos de inovação que vêm ganhando espaço na área jurídica.

Ao automatizar tarefas rotineiras, o profissional ganha mais tempo e se torna mais estratégico. Assim, oferece melhores resultados para a empresa e mais qualidade para os clientes.

5. Migração para o ambiente online

A pandemia foi um momento de virada para muitas empresas e profissionais, que precisaram adaptar seus processos e mudar suas rotinas. Devido às medidas de distanciamento social, uma prática que acabou se consolidando após 2020 foi a migração de parte das operações para o ambiente online.

Isso não quer dizer que as práticas presenciais vão deixar de existir. Mas a tendência para os próximos anos é uma ampliação do uso de processos e ferramentas online pelo setor jurídico, para realização de algumas atividades, tais como:

  • Consultas, reuniões com clientes e julgamentos por videoconferência;
  • Trabalho – tanto dos advogados quanto das equipes – no modelo home office;
  • Uso de cloud computing (armazenamento em nuvem);
  • Atendimento ao cliente por meio de canais online de comunicação.

Vale lembrar que o setor jurídico deve estar atento também às práticas de seus parceiros. Se os fornecedores, por exemplo, estão atuando cada vez mais no ambiente online, é preciso garantir as devidas condições para essas parcerias, adotando atitudes como a digitalização de contratos e assinatura digital.

6. Legal design

Outro termo em alta no setor jurídico é o legal design – uma ideia baseada nos conceitos de design thinking e user experience. O objetivo é oferecer a melhor solução e a melhor experiência para o cliente.

O design thinking visa a criação de soluções colaborativas que levam em conta a experiência dos indivíduos com os produtos e serviços, como recursos, problemas de acesso e outras questões. 

Parece óbvio, mas nem sempre as empresas colocaram seu público em primeiro lugar. Hoje, a tendência não é mais oferecer apenas um produto ou um serviço de qualidade, mas uma experiência incrível agregada.

Para isso, é preciso facilitar a vida dos clientes, resolver seus problemas e simplificar processos. Um exemplo é a assinatura digital, que facilita a vida de todos. 

Outra forma de aplicar o legal design são os softwares jurídicos. Eles melhoram a comunicação com os clientes e agilizam etapas do ciclo de vida dos contratos, como redação, revisão e aprovação.

7. Cibersegurança

Com as operações se movendo mais e mais para o ambiente digital, cresce a importância da cibersegurança.

Afinal, não se pode negar que, junto com inúmeros benefícios, a internet traz a possibilidade de riscos, como invasões aos sistemas da empresa, roubo de dados, fraudes e vazamento de informações confidenciais.

Por isso, uma das tendências do setor jurídico para os próximos anos, é investir em segurança da informação, a fim de proteger os dados dos negócios e também de clientes, parceiros e demais usuários, garantindo um tráfego seguro de informações e maior confiabilidade.

8. LGPD e GDPR

Apesar da lei ter sido sancionada em 2018 e entrado em vigor em 18 de setembro de 2020, a adaptação das empresas à Lei Geral de Proteção de Dados está só no começo. Isso porque a transformação digital  e constante surgimento de tecnologias traz novas vertentes que precisam ser analisadas dentro da legislação. 

Em suma, a digitalização é um caminho sem volta. Com isso, as empresas vão, cada vez mais, precisar de auxílio de consultorias especializadas em segurança digital. Por este motivo, buscar especiações e treinamentos sobre a LGPD continua sendo uma forte  tendência jurídica, que deve crescer nos próximos anos.

9. Compliance

O setor jurídico já vem atentando para a importância dos programas de compliance há alguns anos. E essa tendência continuará nos anos seguintes. Principalmente com a normatização depois da LGPD, o setor jurídico é fundamental para garantir o alinhamento da empresa com as regras.

Será preciso assegurar que os termos, as cláusulas de contratos e o armazenamento dos dados estejam em conformidade legal. Além do setor jurídico, os mais variados departamentos serão afetados, como o de TI, de compras, RH, marketing e vendas, entre outros.

10. NFTs e Metaverso

Você já deve ter percebido que o Metaverso é o assunto do momento. Essa tecnologia, que une mundo real e virtual em uma realidade aumentada e visão 3D, permitirá a compra de objetos e até de terrenos virtuais.

Nesse contexto existem também as NFTs, que são tokens que contestam a originalidade e os direitos autorais de um ativo no ambiente virtual.

A área  jurídica também terá impactos com o Metaverso, pois será necessário adaptar e criar legislações que regulamentem os acordos feitos em ambiente digital. Por isso, ficar por dentro de assuntos ligados à direito digital garante um passo à frente na concorrência.

E você? Já está preparado para as tendências do setor jurídico para os próximos anos? Manter-se sempre atualizado é fundamental não apenas para estar em dia com a lei, mas também para garantir sucesso no seu negócio.

Portanto, não deixe de acompanhar os conteúdos em nosso blog para ficar sempre por dentro das novidades e tendências!

logo incontract

Software de gestão de contratos e documentos, desenvolvido para facilitar o dia a dia nas empresas.

Conteúdos Gratuitos

Siga-nos

Email: contato@incontract.com.br
Nossos telefones:

SC +55 (47) 3036-7700
SP +55 (11) 4118-2300